Como escolher o provedor para a minha internet? - Azza Net
whatsapp

Preço x Qualidade: o que considerar na hora de escolher o melhor provedor?


Estamos na terceira década do século XXI e vivemos em um mundo amplamente conectado. A internet deixou de ser algo estático e de difícil acesso, para algo dinâmico. Segundo o IBGE, ela faz parte da vida de mais de 80% dos brasileiros. E para ter uma internet de qualidade, o provedor é essencial.

Sendo assim, é fundamental escolher um provedor de internet de qualidade. A escolha errada pode causar muita dor de cabeça, conexões lentas e suporte de baixa qualidade. Portanto, vamos ajudá-lo nessa tarefa. Descubra algumas dicas com o texto a seguir.

O que é um provedor de internet?

Primeiramente, o provedor de internet, ou Internet Service Provider, nada mais é do que um intermediador que faz com que a internet chegue até os dispositivos. Além disso, é também um serviço que oferece banda larga com conexões via cabo, satélite, rádio ou fibra.

Se voltarmos no tempo, nos anos 90, as lembranças vão nos levar para a conexão discada. Nessa época, também existia um provedor, que fazia a ligação entre a residência e o acesso à rede.

Porém, a instabilidade da internet era muito grande, qualquer mínima interferência fazia com que o sinal parasse de funcionar.
Agora com os novos provedores e grandes empresas disponibilizando o serviço, a garantia da estabilidade de conexão e reparos necessários ficaram mais garantidos.

Como escolher um sistema de provedor?

Para ter uma internet de qualidade é preciso que o provedor atenda as necessidades de cada um ou da empresa, sendo uma forma de otimizar as tarefas diárias e evitar desgastes na rotina. Mas, escolher um sistema para provedor de internet é uma tarefa que exige pesquisa de acordo com o que você precisa.

Em primeiro lugar: no Brasil, todos os provedores de internet funcionam sob a fiscalização da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). A fim de que uma empresa se torne provedora de serviços de internet é necessário obter um certificado chamado “licença de SCM (Serviço e Comunicação Multimídia)”.

Essa licença garante, judicialmente, amparo aos clientes. Além de evitar que o provedor atue de forma irregular no mercado. Portanto, ao comparar serviços de provedores, acesse o site da Anatel e pesquise quais possuem o certificado.

Depois, veja as opções disponíveis do mercado para a sua região. Afinal, não adianta buscar por empresas que não conseguem chegar até você.

Entenda qual a sua maior necessidade com a internet. Isto é, qual velocidade de acesso, upload e download você precisa para atingir os seus objetivos. Também é importante considerar a quantidade de pessoas que irão utilizar o serviço.

Considere as seguintes opções:

  • Internet 100 mega: indicado para as pessoas que usam internet para situações simples como e-mails, notícias ou redes sociais.
  • Internet 200 mega: utilizado para visualizar vídeos, realizar downloads leves e fazer chamadas de vídeos curtos.
  • Internet 400 mega: Para pessoas que ficam conectados por muito tempo, assistem muitos vídeos e redes sociais de forma crônica e mais rápida.
  • Internet 600 mega: com maior velocidade no carregamento de dados, é possível assistir filmes longos e jogar online.
  • Internet de 1000 mega: voltado para quem possui muitos aparelhos conectados – uma família com muitos usuários ou uma empresa, por exemplo – além de upload de vídeos de alta qualidade.

Pense em custo-benefício e não em preços

Não se deixe enganar por preços extremamente baixos. É preciso medir o custo-benefício, ou seja, a que apresenta mais vantagem sobre o seu preço. Um exemplo clássico: Imagine que você tenha dois planos de internet; o primeiro oferecendo 1000 Mbps de velocidade por R$ 120,00/ mês e o segundo oferecendo 500 Mbps por R$ 100,00/mês. Nesse caso, compensaria o primeiro plano, que oferece o dobro de internet por apenas R$ 20,00 reais a mais.

Também fique de olho em custos extras ou em como valores inclusos nos pacotes. Dê preferência para lugares que não tem gastos com instalação, roteador ou que incluam consumos com visita técnica.

Se o provedor for de uma internet regional, o custo-benefício pode ser ainda melhor. Afinal, podem oferecer a qualidade da internet compatível com o valor pago, além de um suporte técnico melhor com menos burocracia.

Como funciona um provedor de internet?

Pode parecer um monstro de sete cabeças, mas não é tão complicado assim de entender como funciona um provedor de internet.

Para ter acesso à conexão, ele irá se conectar às redes locais por meio de uma tecnologia de envio e recebimento de dados, que trabalha com base nos endereços de cada computador em uma rede.

Logo, o provedor de serviços recebe os dados originados em servidores de acesso e os distribui para os usuários finais, conforme os planos e serviços que foram contratados. De forma bem resumida: o provedor de internet será responsável por credenciar as autorizações de navegação e oferecer o acesso à rede mundial de computadores.

Principais tipos de conexão de internet

Existem várias conexões de internet diferentes no mercado, cada uma com características e caminhos para conectar a rede. Lembrando que nem todas essas opções estão disponíveis em todos os lugares do Brasil.

Como escolher o provedor para a minha internet?

  • DSL: Geralmente, a linha de assinante digital, é a forma de internet banda larga mais barata disponível. Ele é entregue por meio da linha telefônica já existente, em sua maioria através de um fio de cobre. A maioria das conexões estão disponíveis em velocidades diferentes e podem chegar até 25 Mbps. Se for pensar em rapidez de download, esse tipo de conexão é bem rápida. Porém, na hora de fazer upload de arquivos, ela pode deixar a desejar. Isso ocorre porque o serviço DSL é inteiramente baseado na distância. Quanto mais longe você estiver do provedor, mais lento será seu serviço.
  • Internet por cabo: De forma simples, neste tipo de conexão a internet usa a o cabeamento da TV a cabo. É voltada para usuários que fecham esse serviços de combo. Contudo, a grande desvantagem desse serviço é que você vai estar compartilhando com as pessoas em seu bairro, o que significa que pode ser mais lento durante os períodos de grande tráfego, como por exemplo, na hora de voltar do trabalho.
  • Por satélite: Comum em regiões rurais, principalmente porque não dispõe de cabos ou fios. A internet via satélite geralmente é mais lenta do que os outros, abaixo de 20 Mbps.
  • Fibra óptica: Às vezes chamada de FiOS, a internet de fibra óptica é a mais requisitada, e muito rápida. Isso ocorre porque consegue, literalmente, entregar a internet na velocidade da luz, já que usa luz e não eletricidade para o envio de dados.

A velocidade oferecida pode chegar até 1000 Mbps e fica cada vez melhor à medida que a tecnologia avança. A conexão não costuma sofrer interferências e ainda possui a mesma velocidade para recebimento e envio de dados.

A internet fibra óptica ajuda no desempenho do provedor?

Se ainda existem dúvidas que a fibra óptica pode ser a melhor opção, pense na potência do sinal. Como a velocidade e a transmissão são potencializadas pela forma que a fibra é transmitida, o sinal que o usuário receberá também será mais expressivo. Isso facilita o dia a dia e garante estabilidade.

Vale ressaltar que a fibra não superaquece e por isso, a estrutura consegue conectar pontos mais distantes, oferecendo estabilidade e velocidade.

É por isso que a Azza faz planos com 100% Fibra Óptica! São 34 cidades e mais de 145 mil usuários com acesso à internet de qualidade. Planos de 200, 400, 600 e até 1.000 MB para várias regiões do interior de São Paulo.
Afinal, quem tem Azza tem tudo!

Acesse nossas redes sociais e acompanhe as novidades!

Leia também

Azza Music: mais um benefício do plano de Internet da Azza

Azza Music: mais um benefício do plano de Internet da Azza

Azza Music: mais um benefício pensado para você. Imagine acordar, se arrumar, sair de casa, enfrentar o trajeto e chegar […]

Ler mais
Azza Telemedicina: benefício para você e sua saúde

Azza Telemedicina: benefício para você e sua saúde

Azza Telemedicina: benefício para você e sua saúde Nós sabemos: você já usou o Google como médico.  Calma! Não queremos […]

Ler mais
Plano de Internet, qual devo escolher?

Plano de Internet, qual devo escolher?

Plano de Internet, qual devo escolher? Está pensando em contratar ou trocar de plano de internet mas está em dúvida […]

Ler mais

Ficou com alguma dúvida?
Entre em contato conosco!

Acesse nossa área de atendimento. Ficaremos felizes em ajudar!