Conexão de qualidade para ter segurança na internet - Azza Net
whatsapp

Como aumentar a segurança da internet da sua casa?


Em um período pós pandêmico, o “novo normal” mostra pessoas conectadas pela internet em todos os lugares. Empresas que antes eram exclusivamente presenciais, se viram obrigadas a migrar para o mundo digital e os ambientes virtuais se popularizaram ainda mais.

Na maior parte do dia, estamos trabalhando, estudando ou simplesmente navegando a internet. Contamos com o mundo cibernético para tudo, transações financeiras, falar com nossos familiares e até agendar reuniões. Por conta disso, é importante entender como aumentar a segurança da internet, principalmente através da conexão de rede. A fim de evitar ataques cibernéticos que afetem os negócios, os estudos ou qualquer outro objetivo do dia a dia.

Diante deste cenário, selecionamos algumas informações que irão te ajudar a se preparar e não cair em nenhuma cilada que possa prejudicar seu trabalho ou dar aquele estresse diário. 

O que é segurança na internet?

Quando existe uma barra de ouro que precisa ser protegida, o que é feito? Colocamos em um banco de alto nível de segurança com vários mecanismos diferentes para protegê-la. É a mesma lógica ao falar de segurança na internet. Neste caso, protegemos informações em uma infraestrutura digital.

A segurança cibernética cria métodos, procedimentos, normas e até leis, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), por exemplo. Eles buscam identificar e eliminar as vulnerabilidades das informações e dos equipamentos físicos, como os computadores ou smartphones.

A ideia central da segurança na internet é fazer com que as informações importantes não fiquem em posse de mais ninguém além do legítimo proprietário.

Na prática, existem três formas de aplicar segurança digital:

Tecnologia: através de ferramentas, dispositivos, redes e nuvens de dados contra ataques virtuais.

Processos: estabelecendo padrões de comportamento através da estruturação de orientações às pessoas, guias para identificar os ataques, proteção dos sistemas, solucionar problemas e eventualmente como recuperar o que foi perdido.

Pessoas: Ações pessoais, como senha fortes, cuidado com acesso a links desconhecidos e backups recorrentes.

Tipos de segurança na internet.

Agora que você já sabe o que é segurança digital, deve-se explicar quais os diferentes tipos de segurança existentes. Confira quais são eles!

Segurança operacional

Durante o processo de segurança operacional, é definida uma rotina que controla processos internos, por exemplo, quais informações são liberadas, para quem e como será feito o bloqueio ou liberação de pessoas não permitidas. Obviamente, esse processo é mais comum em empresas.

Quando cibercriminosos aproveitam a vulnerabilidade em empresas sem uma segurança operacional de qualidade, são chamados de insiders, já que o acesso para agir tem que ser de dentro para fora. Para ilustrar melhor, alguns exemplos clássicos deste tipo de segurança são o reconhecimento facial, acessos por biometria ou acessos por cartão.

Segurança de rede

Basicamente, a segurança de rede são técnicas de proteção contra Malwares (programas desenvolvidos para infectar os computadores e roubar dados). Um exemplo desses ataques cibernéticos são os DDoS (ataques de negação de serviço), muito frequentes pela sua baixa complexidade, são ótimos exemplos de ataques cibernéticos.

Para lidar com esse tipo de obstáculo, ter uma equipe treinada faz toda a diferença, alguns provedores disponibilizam antivírus e firewalls que funcionam como barreiras entre o seu computador e outra rede (internet).

Segurança de aplicativos

Uma das maiores tendências dos últimos anos são os aplicativos, gratuitos e pagos, disponibilizados para todos os smartphones e com uma variedade muito grande de estilos e conteúdos. Por isso, eles também necessitam de uma camada extra de segurança.

Principalmente aplicativos de armazenamento de informações sensíveis: bancos, por exemplo. A forma mais comum de segurança também são em formato de aplicativos — de autenticação — que permitem o acesso aos apps apenas depois de uma verificação dupla de acesso.

Protocolos de segurança também são bem-vindos, sobretudo para empresas, que necessitam padronizar as etapas de segurança.

Segurança na nuvem

Para aqueles que ainda não conhecem, o armazenamento em nuvem é um modelo de computação que permite armazenar dados e arquivos na internet por meio de um provedor de computação em nuvem.

Educação do usuário

Neste caso, os ataques acontecem com o próprio acesso do usuário, por exemplo, links para downloads com vírus escondidos. Assim sendo, a medida é bem simples: educação.

Divulgar informações sobre cuidados ao propagar links, arquivos, aplicativos e dispositivos externos ou como estruturar uma senha forte que tenha menos chance de ser hackeada são alguns exemplos.

Quais são os tipos de ameaça à segurança digital?

Quanto mais cresce a necessidade de usar internet, mais vulnerável nos tornamos a ataques virtuais. Por isso, é importante conhecer todos os tipos de ameaças e como se prevenir delas.

Phishing

A ideia central do Phishing consiste em fazer um site falso que irá imitar uma página oficial de um banco, loja virtual, ou e-mails com uma mensagem falsa. Assim, eles conseguem capturar os dados do usuário, tendo como exemplo uma senha e número do cartão de crédito. Em seguida, eles acessam a conta da pessoa para roubar dinheiro ou comprar itens caros.

Além disso, é uma das ameaças mais antigas à segurança na internet dos anos 90. É popular até hoje, porque é uma das maneiras mais baratas e fáceis de roubar informações.

Malvertising e Malware

No caso do malvertising, que significa em inglês: publicidade maliciosa. Os criminosos exibem um anúncio em um site que é confiável, mas junto ao anúncio está um malware. Então, se você clica no anúncio, acaba infectando o seu dispositivo, dando acesso aos cibercriminosos.

Os malwares, como já foi dito, são programas “maliciosos”, em sua maioria vírus, mas também podem existir como worms e trojans. Eles criam brechas que podem comprometer o seu computador, alguns deles corrompem arquivos e até inutilizam todo o sistema computacional. 

Ransomware

Este tipo de ataque já apareceu muito em filmes e séries, por ser um esquema de “sequestro” de dados. Os criminosos utilizam um tipo de malware que te impede de usar o computador ou acessar arquivos, se um resgate não for pago, e geralmente o valor é feito em criptomoedas.

5 Dicas de Segurança na internet

Conexão de qualidade para ter segurança na internet.

Não revele suas senhas

Parece óbvio, mas muitas pessoas ainda cometem o erro de revelar as senhas para estranhos, ou criar senhas muito fracas. Se você tem dificuldade para se lembrar dos códigos de acesso, anote-os em um caderno e mantenha-os em um local seguro.

Utilize apenas seu dispositivo pessoal para operações financeiras online

Quando for necessário acessar o aplicativo do banco ou efetuar operações financeiras online, utilize sempre seu dispositivo pessoal. E atenção: faça isso em sua rede particular – jamais com o Wi-Fi de uma instituição ou lugar público.

Instale antivírus e firewalls

Instale programas sempre atualizados de antivírus e firewall. Essas soluções irão fazer uma varredura em busca de spywares. Além disso, bloqueiam conteúdo suspeito antes que vire um problema. Um firewall de qualidade irá funcionar como uma barreira entre o seu computador e a rede. Também impedem o tráfego indesejado.

Ative autenticação multifatorial

Conhecido também como MFA, este método pede aos usuários que forneçam dois ou mais métodos de verificação para acessar uma conta online. Então, em vez de perguntar um nome de usuário e senha, com a autenticação multifatorial, também irá solicitar informações adicionais: senhas extras enviadas por sms, respostas de perguntas pessoais, impressão digital ou até reconhecimento facial.

Não instale software pirata

Muitas vezes queremos “atalhos” com a pirataria, principalmente se não podemos custear o valor de programas de softwares oficiais. Mas, com isso, você arrisca dar brecha de segurança, facilitando o acesso remoto de invasores.

Como garantir segurança na internet através da conexão de rede?


Configure o seu roteador Wi-Fi com segurança!
Um dos aspectos principais de segurança na internet reside no roteador. Ele verifica todo o tráfego de entrada e saída, também controla o acesso à rede Wi-Fi e, em função disso, seus telefones, computadores, entre outros.


Logo, altere as configurações padrão, como o nome e os detalhes de login. Isso pode fazer com que o roteador não seja um alvo em potencial, pois indica que está ativamente gerenciado.

Anotou todas as dicas? Em um mundo em que passamos a maioria do tempo online, segurança na internet é fundamental para realizar as tarefas do dia a dia e não ter dor de cabeça depois. Pensando nisso, a Azza oferece os melhores planos de internet 100% fibra óptica, para que você tenha velocidade e conexão segura, sempre. Além disso, nossa instalação é gratuita e trabalhamos com roteadores de qualidade.


Não espere cair em uma cilada, entre em contato e aproveite uma internet fibra segura de verdade.

Leia também

Azza Music: mais um benefício do plano de Internet da Azza

Azza Music: mais um benefício do plano de Internet da Azza

Azza Music: mais um benefício pensado para você. Imagine acordar, se arrumar, sair de casa, enfrentar o trajeto e chegar […]

Ler mais
Azza Telemedicina: benefício para você e sua saúde

Azza Telemedicina: benefício para você e sua saúde

Azza Telemedicina: benefício para você e sua saúde Nós sabemos: você já usou o Google como médico.  Calma! Não queremos […]

Ler mais
Plano de Internet, qual devo escolher?

Plano de Internet, qual devo escolher?

Plano de Internet, qual devo escolher? Está pensando em contratar ou trocar de plano de internet mas está em dúvida […]

Ler mais

Ficou com alguma dúvida?
Entre em contato conosco!

Acesse nossa área de atendimento. Ficaremos felizes em ajudar!